Que tipos de atividades de marketing os clubes de futebol podem usar para melhorar as suas receitas?

Existem abordagens para geração de maiores receitas entre os clubes de futebol. Para isso, é necessário desenvolver atitude profissional em relação a marca e despertar a conscientização sobre aspectos possíveis de serem melhorados.

Nesse quesito, o patrocínio é muito importante. Dessa forma, é útil que o clube tenha um ou dois patrocinadores de camisas, vários patrocinadores de estádio e empresas que patrocinem com seus produtos e serviços. Com menos pontos na camisa do jogo, está se torna mais exclusiva e os patrocinadores estão dispostos a pagar mais dinheiro para ficarem sozinhos nela.

Com uma camisa mais limpa, o merchandising também pode aumentar. Os clubes conseguem trabalhar com quantidade e aumentar o número de patrocinadores no estádio e centro de treinamento, sem danificar a camisa. As empresas que patrocinam com seus produtos podem ser, por exemplo, uma empresa de ônibus que oferece viagens para jogos fora de casa ou patrocínio de produtos similares.

O Orlando City possuía 45 patrocinadores, em 2020. Apenas 1 na camisa e os outros 44 distribuídos entre o estádio, com produtos e serviços de empresas, segundo explicou o ex-proprietário Flávio Augusto da Silva. Nesse contexto, para ter exclusividade na camisa, deverá pagar mais dinheiro que o atual patrocinador.1

Os clubes também precisam trabalhar na criação de acordos com empresas maiores e deixar de pensar de forma local. Para poder aumentar as receitas obtidas pelos patrocinadores, precisam ampliar os horizontes e acreditar em sua marca. Se conseguem conectar às empresas maiores, outras empresas também desejarão fazer parte da rede.

No estádio, os clubes possuem mais duas categorias distintas de receitas: ingressos e vendas dentro do estádio. A primeira, é altamente influenciado pela qualidade do jogo e pela possibilidade de chegar ao evento (localização, etc.). Isso é algo que os clubes trabalham com moderação no momento.

Para atrair mais pessoas para o estádio, é necessário trabalhar mais na criação de eventos emocionantes. As pessoas que não são muito interessadas em futebol podem assistir a um jogo e depois se sentirem satisfeitas e com vontade de ir novamente. Ao ter artistas locais ou nacionais se apresentando antes e/ou no intervalo, o número de visitantes pode aumentar.

O Northampton Town FC se uniu ao Business Club da Royal & Derngat (organização de artes cênicas).\”Cada parceiro traz uma grande reputação, uma base de clientes ativa e crescente e permite que cada um acesse eventos, jogos no mercado e promova atividades\”, disse Caroline Lucy, gerente comercial e de marketing do Northampton Town FC.2

Os clubes também podem ter atividades diferentes fora do estádio antes dos jogos. Este é um espaço do qual seus patrocinadores podem se beneficiar muito. Para atrair mais pessoas para os estádios, poderiam trabalhar com maiores destaques nas suas mídias sociais e dos jogadores (a “estrela” da equipe do momento, por exemplo).

Dentro do estádio, o clube possui duas condições:

  • Uma forma é terceirizar a operação de quiosques, restaurantes, bares etc. Essa condição implica que utilizem um intermediário que é responsável pelas vendas. E em troca, receber uma porcentagem sobre cada transação.
  • A outra condição implica que os próprios clubes administrem a operação. Para maximizar as receitas que derivam dessa fonte, os próprios clubes devem executar a operação. Ao serem responsáveis pela operação, têm a oportunidade de aumentar suas receitas por meio de ações de baixo custo.

O merchandising é algo em que devem começar a se concentrar mais. É uma ótima ferramenta para aumentar a conscientização da marca entre os stakeholders (partes interessadas). Ao aumentar a conscientização, o valor da marca do clube será mais percebido. Os clubes poderão, então, exigir uma compensação maior por acordos de patrocinadores, o número de torcedores que visitam o estádio pode aumentar e, portanto, também a base de torcedores. O merchandising aumenta as outras fontes de receita indiretamente, o que o torna uma parte importante do modelo de aumento de receita.

** Este artigo foi inspirado e elaborado a partir da leitura da tese de doutorado em Administração intitulada Swedish Football Clubs: A study of how to increase the revenues in Allsvenskan, do Pär Karlsson e do Fredrik Skännestig. Aproveito e indico a leitura. **

REFERÊNCIAS

1 – Jovem Nerd (2021). Timing nos negócios: A venda do Orlando City. Disponível em: https://jovemnerd.com.br/nerdcast/empreendedor/timing-nos-negocios-a-venda-do-orlando-city/

2 – NTFC (2018). ROYAL & DERNGATE THEATRE TO WORK IN PARTNERSHIP WITH NORTHAMPTON TOWN. Disponível em: https://www.ntfc.co.uk/news/2018/january/royal_derngate/

 

\"\"

Autor: Thiago Bruno de Jesus Silva

Doutor em Contabilidade (2020) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Ciências Contábeis (2016) pela Universidade Regional de Blumenau (FURB), Especialista em Controladoria (2013) e Bacharel em Ciências Contábeis (2012) pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Trabalha com as grandes áreas de Administração e Ciências Contábeis, com ênfase nas seguintes temáticas: Planejamento e Controle Organizacional, Gestão de Clubes de Futebol, Gestão de Cooperativas, Gestão no Agronegócio, Governança Corporativa e Administração e Gestão Pública. Atualmente é Professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). E-mail: thiagobruno@ufrb.edu.br

Deixe seu comentário!

GoalManage

A GoalManage é uma empresa de consultoria e assessoria em gestão esportiva, com vasta experiência no mercado.

GoalManage es una empresa de consultoría y asesoramiento en gestión deportiva, con amplia experiencia en el mercado.

Artigos recentes

Fanpage